MENU
0

Via Algarviana


Código: via_algarviana_01
Partilha a tua experiência
0.0 de 5 (0) Sê o primeiro!


  • Montanha
  • Guided or Self-Guided
  • Avançado
  • Desafio
  • Bicicleta de Montanha
  • 8 dias
  • aprox. 60 Km / 37,28 Milhas
  • Sim
desde
790,00
EUR
Reservar Tour

Reservar Tour

Fazer reserva

300 km
Distance

6,600 m
Ascent

6,600 m
Descent

Destaques

  • Travessia do Algarve pelo interior
  • Rota com história centenária
  • Povoações rurais típicas
  • Diversidade de trilhos e paisagens
  • Percursos exigentes e desafiantes

Programa

Dia 1 - A Chegada ao Algarve e a Alcoutim
À chegada ao Aeroporto de Faro será recebido pelo staff Bikesul que após uma breve introdução fará o transfer para Alcoutim a 1h00 de distância. Alcoutim é uma pequena vila do nordeste Algarvio localizada nas margens do Rio Guadiana que faz fronteira com Espanha. Outrora um ponto comercial de importância quando o rio era utilizado como meio de transporte para a entrada e saída de bens, hoje em dia Alcoutim é uma pacata vila de interior com enorme riqueza histórica, cultural e natural, com uma população envelhecida. Se chegar com tempo recomendamos a um passeio pela pequena vila.

Dia 2 - Do Guadiana pela Serra de Tavira
A primeira etapa liga Alcoutim a Vaqueiros e é um troço com uma primeira parte relativamente fácil mas que posteriormente se tornará muito exigente. Desenvolve-se, inicialmente, ao longo do Rio Guadiana, por um caminho plano, a baixa altitude, durante o qual se pode apreciar a beleza do vale por onda passa este grande curso de água. A paisagem é dominada especialmente por pomares de sequeiro (amendoeiras, figueiras, oliveiras), muitos deles ainda ativos. Após a passagem pela povoação de Cortes Pereiras segue-se para oeste entrando pela serra adentro. 
Destino: Vaqueiros
A percorrer: 38 mi / 60 km, elevation gain: 1600 meters

Dia 3 - A exigente Serra de Tavira
Neste dia irá pedalar em plena Serra do Caldeirão, e facilmente se irá aperceber disso, com as subidas e descidas acentuadas, que fazem deste um dos dias mais exigentes em termos físicos e técnicos. Sempre em sobe e desce em que por muitas vezes as inclinações superam os 15 e até 20%. A destacar neste dia a passagem pelas típicas povoações de Cachopo e Barranco do Velho e as magníficas vistas panorâmicas ao longo do percurso. Não se esqueça de levar bastantes líquidos consigo e algumas barras energéticas. A sua condição física será aqui posta à prova neste dia. O destino será a simpática aldeia de Salir já no concelho de Loulé.
Destino: Salir
A percorrer: 40 mi / 64 km, elevation gain: 1800 meters

Dia 4 - Pela Serra do Caldeirão até ao Barrocal
Deixando Salir o percurso segue em direção a oeste junto à Rocha da Pena pela localidade de Benafim, passando depois pela típica aldeia de Alte a qual merece uma atenção especial pela sua beleza e genuidade. Já no barrocal Algarvio, continua passando por São Bartolomeu de Messines para depois encontrar a barragem do Funcho. Após circundar a barragem num cenário magnífico irá chegar à famosa cidade de Silves, primeira capital do Algarve, ostenta um majestoso castelo.
Destino: Silves
A percorrer: 40 mi / 64 km, elevation gain: 1750 meters

Dia 5 - A Serra de Silves e a conquista da Picota
Apesar de não ser muito extenso, este é o dia mais exigente. Deixando a cidade de Silves para trás terá primeiramente que enfrentar a Serra de Silves +. Passando a barragem de Odelouca, segue-se a mais dura subida desta travessia, a ascensão à Picota! Apesar da dificuldade, as deslumbrante paisagens panorâmicas sobre o Algarve e até o Alentejo compensarão todo o esforço. A descida para Monchique é algo técnica e o trilho sinuoso.
Destino: Monchique
A percorrer: 25 mi / 40 km, elevation gain: 1800 meters

Dia 6 - À Conquista da Serra de Monchique
Este setor liga Monchique a Sagres - Cabo de São Vicente. É o mais extenso com cerca de 100km  e inicia-se com uma longa e difícil ascensão ao ponto mais alto do Algarvem, a Fóia, a mais de 900 mt de altitude. Segue-se depois uma longa descida por Marmelete que o leva até à barragem da Bravura, já no concelho de Lagos. Até Sagres passará por localidades típicas do sudoeste algarvio como Barão de S.João e  Vila do Bispo.
Destino: Lagos
A percorrer: 43 mi / 70 km, elevation gain: 1500 meters

Dia 7 - A Costa Vicentina e o Oceano Atlântico
O último dia destaca-se por pedalar maioritáriamente junto à costa vicentina e ao Oceano Atlântico. A dificuldade física neste dia é baixa comparativamente aos anterios. Neste dia destaca-se a paisagem característica desta zona do Algarve, mais selvagem e natural.
A chegada ao Cabo de São Vicente, o extremo sudoeste da Europa será sem duvida um momento marcante!
Destino: Sagres
A percorrer: 25mi / 40km, elevation gain: 500 meters

Dia 8  - Viagem de regresso a casa.
Dependendo da hora do seu voo de regresso, a viatura Bikesul irá efetuar o seu transfer para o aeroporto de Faro.

Mapa da Rota

Reviews

Experiências Partilhadas

Ainda não existe comentários sobre esta experiência. Sê o primeiro!