Rota do Contrabando


Código: Contrabandista_mtb01
Partilha a tua experiência
0.0 de 5 (0) Sê o primeiro!


  • Guided
  • Intermédio** (2/4)
  • Viagem
  • BTT ou E-MTB
  • 8 dias
  • aprox. 70 Km / 43,50 Milhas
  • Sim
desde
1.949,00
EUR
Reservar Tour

Reservar Tour

Fazer reserva

8 Dias
7 Noites
5 Etapas

Distância Total
400 km

Acumulado em subidas
4,000m

Acumulado em descidas
4,500m

Descrição

Uma rota recheada de história e cultura que decorre no Alentejo profundo com a fronteira Espanhola sempre no horizonte.
Inspirada nas antigas histórias do contrabando entre portugueses e espanhóis, foi durante décadas a principal forma de vida e sustento daqueles que viviam junto à fronteira. Café, porcelanas e outros produtos eram carregados às escondidas da polícia, entre sinuosos caminhos que separavam Portugal de Espanha e, depois de vendidos do lado de lá da fronteira, significavam grande parte das vezes o único sustento das famílias.
Esta atividade, onde muitos arriscavam a vida, realizava-se essencialmente à noite, para que fosse mais fácil escapar ao controlo das patrulhas de guardas e carabineiros, na fronteira entre Portugal e Espanha.
O objetivo desta rota não é, de todo, fazer a apologia do contrabando, mas sim de verificar como este também foi um meio para a aproximação de povos e a ligação entre várias populações. Nesta viagem poderá contemplar a magnífica beleza natural de uma região em que a ação humana é cada vez menor e pernoitar em várias localidades fantásticas que preservam as suas origens e tradições.

Destaques

- História, cultura e tradições milenares;
- Alojamento em hoteis rurais e alojamento local;
- Castelos medievais;
- Vilas e aldeias com história;
- Estradas de tráfego muito reduzido por magníficas planícies e paisagens com vinhas, sobreiros e oliveiras;
- Atravesse o maior lago artificial da Europa;
- Gastronomia alentejana sempre presente em todas as refeições;

Programa

Dia 1 - Chegada a Monsaraz

Ponto de encontro: Aeroporto de Faro, Lisboa ou diretamente no seu hotel na vila de Monsaraz.
Se solicitar o pick up no Aeroporto de Faro ou de Lisboa,  um elemento do staff da Bikesul vai recebê-lo e dar-lhe as boas-vindas, fornecendo-lhe informações detalhadas sobre o destino e sobre o Tour. De seguida, o transfer vai levá-lo diretamente até ao hotel, em Monsaraz, uma pequena  vila medieval que conseguiu manter as suas características ao longo dos séculos. Um passeio a Monsaraz é também uma viagem no tempo, pois é um local único onde ainda se consegue encontrar a paz e a tranquilidade esquecidas pelos tempos modernos.
Caso chegue com tempo será realizada uma atividade que permitirá explorar a vila medieval e os arredores, passando em locais de enorme beleza e interesse histórico, como menires, antas, pontes romanas ou o cromeleque do Xerez que data ao milénio 5º AC. Visite ainda a fantástica praia fluvial de Monsaraz antes de voltar a subir ao castelo. Um passeio de 20km perfeito antes de iniciar esta viagem!
Alojamento e jantar em Monsaraz.

Bikesul Monsaraz loop


Dia 2 - Monsaraz - Castelo de Noudar (75 kms / 47 mi - Elevação total 900 m) 

Descendo a calçada medieval, inicie esta viagem atravessando o Alqueva, o maior lago artificial da Europa!
Do outro lado encontrará a vila de Mourão,  um verdadeiro tesouro à beira do Lago Alqueva. Fortemente marcada pelo Rio Guadiana tem hoje um cenário idílico com as águas a perder de vista e os velhos caminhos e estradas a mergulharem no azul das águas calmas do Alqueva,  que se completa com um centro histórico muito bem preservado e um castelo que nos transporta no tempo. Os outeiros e os velhos muros recortados em pedra decoram os cenários que percorremos na bicicleta,
Segue-se a passagem pela nova aldeia da Luz, aldeia que  substituíu a antiga aldeia que está agora submersa pela águas do Alqueva.
A viagem promete "aquecer" com a passagem por Amareleja,  local onde se registou a temperatura mais alta até hoje em Portugal.  Segue-se depois em direção a Valencia del Mombuey, pequena aldeia já na vizinha Espanha com uma forte ligação a Portugal. 
Termine este dia atravessando o rio Ardila e regressando a território português que dá acesso ao Castelo de Noudar.
Alojamento e jantar em Noudar - Barrancos.

Saiba mais sobre o seu destino para este dia: 


Dia 3 - Castelo de Noudar - Pias  (85 kms / 53 mi - Elevação total 1400 m) 

Este será o dia mais exigente que começa pela desafiante subida para Barrancos após a passagem pela ribeira de Murtega onde pode apreciar um antigo moinho de água na Fonte da Pipa.
Entrando em Barrancos irá passar pela antiga mina de Minancos para depois aceder ao centro da vila. Enquanto descansa um pouco, desfrute da vista panorâmica sobre a vizinha Espanha a partir do miradouro do centro da vila. Continue a viagem para sul entrando no perimetro florestar da Herdade da Contenda, uma zona protegida de elevado interesse natural.
O pico da Serra Morena marca fronteira e do outro lado pedala-se novamente em Espanha. Com a vila de Rosal de la Frontera no horizonte seguimos de regresso a Portugal em direção a Pias, passando primeiramente na aldeia de Sobral da Adiça.
Alojamento e jantar na Herdade da Negrita.



Dia 4 - Pias  - Serpa (40 kms / 25 mi - Elevação total 600 m) 

Deixando Pias, uma das regiões mais populares no Baixo Alentejo pela qualidade do vinho que produz seguimos pelo percurso do centro Cyclin'Portugal de Serpa, no sentido inverso ate à vila de Serpa, pedalando por algum tempo junto à margem do Rio Guadiana.
Este será o dia em que se pedala menos distância e será um dia perfeito para recuperar do esforço dos dias anteriores.
Sobre uma elevação a poucos quilómetros da margem esquerda do Guadiana, ergue-se a vila de Serpa, topónimo que remonta ao domínio romano, há cerca de 2.000 anos. A primeira impressão que temos ao nos aproximar-mos de Serpa é a visão da grandiosa muralha do Castelo onde se rasgam as Portas de Moura e as de Beja, únicas sobreviventes das 5 portas primitivas. Incluso na muralha do lado Leste, assenta o vasto solar dos condes de Ficalho, destacando-se também o imponente aqueduto em arcada italiana que se estende até à extremidade da muralha sul.
Dentro da vila, o traçado das ruas, que se abrem para grandes largos onde coexiste uma arquitectura tradicional, erudita e religiosa, confere a Serpa um carácter muito singular.
Alojamento e jantar em Serpa.



Dia 5 - Serpa - Mértola (60 kms / 38 mi - Elevação total 950 m) 

Neste dia comece por subir à Pousada de S. Gens, de onde desfrutará do panorama imenso da planície, pontuado pelos vastos olivais que rodeiam Serpa. Descendo ao Guadiana entramos por um singletrack na margem do rio, habitualmente calcado pelo gado que por ali abunda. A Ribeira de Limas e o Barranco de Vale Covo formam os vales que tornam a viagem mais exigente numa zona de uma tranquilidade e beleza natural impressionante.  Em Corte Sines uma paragem na taberna da terra permite-lhe trocar "dois dedos" de conversa com a população local e entender como vivem as gentes desta região.
A chegada a Mértola é emocionante e divertida. Um singletrack com vista sobre a vila, levam à localidade de Além-Rio que se situa na margem este do rio Guadiana. Do outro lado pode-se contemplar a magnífica vila de Mértola.
Alojamento e jantar em Mértola.




Dia 6 - Mértola - Alcoutim (67,5 kms / 42 mi - Elevação total 1.100 m) 

Um dia muito especial com uma diversidade de trilhos e paisagens impressionantes. Com um início algo exigente fisicamente, rumamos para nordeste em direção à localidade da Mina de São Domingos, hoje um local exclusivamente turístico que outrora foi um local de enorme importância dada a existência da exploração mineira. A entrada na vila é feita pela praia fluvial da Tapada Grande, local de enorme beleza e interesse.

 

Terminou a sua laboração em 1966, mas após a venda da maquinaria e de tudo o que foi possível desmantelar na altura manteve tudo o resto a céu aberto: edifícios agora em ruínas, restos de linha férrea, montes de terra negra, estruturas enferrujadas, escavações abandonadas e um lago de águas negras ácidas, onde não vive sequer um peixe.

 

Atravessar este complexo causa estranheza e perplexidade. Há espaços tomados pela natureza, mas há outros que nem mais de 50 anos passados desde a última extração fizeram voltar a vida. É toda uma imensidão castanha, amarela, negra, silenciosa…

Mas é este cenário quase irrealista, motivado pela vandalização subsequente ao abandono, as suas ruínas e o tempo, que transformaram o local agora num ponto turístico que atrai cada vez mais visitantes. Parece que fazemos uma viagem a uma base localizada no planeta Marte, mas em pleno Alentejo.

A mina esteve em atividade entre 1854 e 1966, e dos seus jazigos saíram neste período mais de 20 milhões de toneladas de minério, principalmente cobre, zinco, chumbo e enxofre, explorados pela empresa britânica Mason & Barry, que trouxe à região um lifestyle inglês que contrastou na altura com as gentes pobres e humildes da terra.

A Mina foi a maior exploração mineira portuguesa até à década de 1930, com uma força laboral continuamente superior a um milhar de trabalhadores até perto do seu encerramento. Na Mina de S. Domingos construiu-se, por exemplo, uma das primeiras linhas férreas do país, para fazer a ligação entre a Mina e o antigo porto fluvial no Pomarão, que permitia o escoamento do minério através do rio Guadiana. Recebeu também a primeira central elétrica do Alentejo. Para além disso, sustentada pela atividade mineira, existia uma sociedade local dinâmica e com acesso a vários serviços, como um teatro ou um hospital”, explica a Fundação Serrão Martins, a instituição sem fins lucrativos cujo objetivo é a proteção, conservação, valorização e divulgação dos valores patrimoniais deste complexo mineiro e da aldeia onde está localizada, a Mina de S. Domingos.
Seguindo durante 17km ao longo da antiga ferrovia, chegamos ao Pomarão onde atravessamos a fronteira, seguindo depois pela GR114 junto ao Guadiana até San Lucar onde atravessaremos o rio por barco para Alcoutim.
Alojamento e jantar em Mértola.



Dia 7 - Alcoutim - Praia Verde (72,5 kms / 45 mi - Elevação total 1.100 m) 

O último dia a pedalar nesta viagem liga a histórica vila de Alcoutim à costa Algarvia. O início é desafiante com uma longa e exigente subida que nos levará até à bem pequena localidade de Corte Tabelião. Continuando pelo planalto rumo a sul, passamos por Corte da Seda antes de descer para o rio Guadiana, para a antiga vila romana de Montinho das Laranjeiras.
Seguimos depois quase sempre junto ao rio passando por pequenas localidades raianas como Guerreiros do Rio, Foz de Odeleite e Almada de Ouro, subindo depois para a aldeia do Azinhal.
A histórica vila de Castro Marim e a reserva natural do Sapal antecedem a chegada a um dos locais mais belos do Algarve, a Praia Verde.
Alojamento e jantar na Praia Verde.



Dia 8 - A Partida
Depois de tomar o pequeno-almoço, o serviço de transfer será providenciado mas se está a planear ficar mais alguns dias, teremos todo o gosto em estender a sua estadia ou prolongar a viagem.

Rota

Incluído

  • Alojamento de 7 noites em regime de Meia Pensão;
  • Transfer de e para o aeroporto;
  • Guia experiente durante toda a viagem;
  • Viatura de apoio e assistência ao longo da rota;
  • Transporte de bagagem entre hotéis;
  • Briefing e guia de viagem;
  • App da Bikesul com sistema de navegação ou GPS com percursos pré-descarregados;
  • Bicicleta KTM Ultra Fun equipada com luzes de sinalização;
  • Bolsa de selim com uma câmara de ar extra e bomba de ar;
  • Capacete;
  • Oferta de Bidón de água Bikesul;
  • Assistência em viagem;
  • Oferta de Jersey Bikesul;
  • Refeição diária Picnic;
  • Kit the nutrição e hidratação diária;
  • Seguro de acidentes pessoais;

Mínimo: 4 Participantes
________________________________
Não Incluído:

  • Voos;
  • Refeições extra hotel;
  • Bebidas;
  • Equipamentos Extra;
  • Mini-bar e outros consumos não especificados no programa;
  • Seguro de Viagem;

Extras: 
  • Bolsas laterais e de guiador;
  • Upgrade de bicicleta;
  • Noites extra (mediante disponibilidade);

Aluguer de Bicicleta

Neste Tour está incluído:
KTM Ultra Fun 29' (Alumínio)

Disponível para Upgrade:
KTM Myroon One 29' (Carbono)

Full-Suspension KTM Scarp Elite 29' (Carbono)

KTM Macina E-MTB Macina Team

SEGURO DE VIAGEM

Os nossos passeios incluem acidentes pessoais e seguro de responsabilidade apenas durante a viagem. Ninguém quer pensar em todas as coisas que podem não correr como esperado na sua viagem, mas essas coisas podem acontecer e acontecem. Recomendamos vivamente que contrate uma apólice de viagem que cubra atrasos de bagagem, repatriação médica, entre outros.

Recomendamos WorldNomads, cujas políticas são especialmente concebidas para férias de bicicleta. Poderá contratar a sua cobertura de seguro diretamente com esta companhia.

Observação: nossos passeios de bicicleta são uma "coisa viva", sendo influenciados por vários fatores, como condições climáticas, habilidades de condução de bicicleta em grupo e danos em trilhos, apenas para citar alguns. Os seus guias Bikesul são especialistas em guiar ciclistas e avaliarão continuamente esses fatores, fazendo ajustes no itinerário quando necessário para garantir que cada membro do grupo tenha a melhor experiência possível.

SEGURANÇA E RESPONSABILIDADE


A sua segurança e prazer neste evento ou atividade são de extrema importância para nós. Tomamos todas as precauções possíveis e razoáveis ​​para garantir que as rotas que escolhemos sejam seguras, agradáveis, desafiadoras, mas de acordo com a capacidade de cada participante. Todas as rotas são avaliadas cuidadosamente quanto à sua segurança e evitamos perigos e tráfego tanto quanto possível. Esperamos que todos os participantes compareçam às instruções diárias para se familiarizarem com a rota de cada dia.

TERMOS E CONDIÇÕES


Para consultar os nossos termos e condições clique aqui

Reviews

Experiências Partilhadas

Ainda não existe comentários sobre esta experiência. Sê o primeiro!